Produtividade no trabalho: complete este teste e descubra como levar um ritmo de vida mais saudável

05/12/2023 | Santander Universidades

Sabia que funcionários felizes podem aumentar a produtividade de uma empresa em até 12%? É o que mostra um estudo da Universidade de Warwick.

Embora o conceito de produtividade seja muito antigo e tenha evoluído consideravelmente para se adaptar a conceitos como sustentabilidade  e equilíbrio entre vida pessoal e profissional, essa definição foi mudando e expandindo de forma significativa, acompanhando a evolução dos direitos trabalhistas e das condições de trabalho. Ainda assim, a produtividade no trabalho, tal como a entendemos hoje, deu um grande salto com o aparecimento generalizado de empregos remotos devido à pandemia do covid-19.

Atualmente, a presença de mais distrações, a tendência a respeitar menos os horários e, em muitos casos, o aumento da disponibilidade têm afetado a produtividade das pessoas que trabalham tanto em casa como das que regressaram ao trabalho presencial. A verdade é que a sensação de ter passado o dia inteiro em frente ao computador tornou-se comum e, com ela, muitas rotinas e hábitos foram afetados.

Por tudo isto, mais do que nunca, é importante aplicar as máximas da produtividade no trabalho. Você quer descobrir como iniciar este ciclo para melhorar seus hábitos de trabalho e aumentar sua produtividade? A seguir, disponibilizamos um teste para que você possa medir seus hábitos produtivos e saber o que pode melhorar em seu desempenho, além de dar algumas dicas para aumentar sua eficiência no trabalho.

O que é, exatamente, a produtividade no trabalho?

A produtividade no trabalho é, essencialmente, o rendimento no trabalho, ou seja, os recursos que consumimos para gerar um resultado. Porém, de maneira geral, quando falamos em produtividade e em conselhos para melhorá-la, estamos nos referindo ao tempo relativo que leva para concluir uma tarefa, bem como ao seu aumento ou diminuição, dependendo de diversos fatores.

Embora a produtividade tenha como foco melhorar esse desempenho no trabalho, seus objetivos não são apenas produzir mais resultados em menos tempo. A verdade é que ela visa também desenvolver hábitos de trabalho e ritmo de vida mais saudáveis, ​​como alcançar um equilíbrio satisfatório entre lazer e trabalho, para gerar maior bem-estar que, por sua vez, conduz a um melhor rendimento.

homens e produtividade no trabalho

Como medir a produtividade no trabalho?

O primeiro passo para aumentar o rendimento é medir a produtividade para identificar as possibilidades de melhoria. Algumas ações que podem ser realizadas para medi-la são:

  • Registrar as horas de trabalho e o cumprimento da tarefa nessas horas: isso ajuda a identificar horários de maior rendimento e as distrações mais importantes. Além disso, servirá para fazer comparações após aplicar as alterações feitas em nossa rotina.

  • Elaborar listas de objetivos muito claros: determinar o que precisa ser feito permite organizar o trabalho e medi-lo. Portanto, anote seus objetivos da forma mais clara possível, seja à mão ou no formato digital. Assim será mais fácil segmentar tarefas e identificar qual percentual de trabalho você concluiu ao longo da jornada.

  • Divida os objetivos em tarefas pequenas: é importante especificar os objetivos da forma mais detalhada possível para evitar que tarefas grandes o sobrecarreguem. Não estabeleça objetivos como “preparar-se para a conferência” ou “escrever um relatório”; ao invés disso, subdivida os temas em tarefas como “reunir dados do primeiro trimestre”.

equipe e produtividade no trabalho

Meça sua produtividade no trabalho com um teste

Como você pôde perceber ao longo do artigo, a produtividade no trabalho é um conjunto de hábitos que podem ser cultivados e que vai muito além de concluir tarefas de forma rápida. Trata-se de construir um modo de vida que nos ajude a enfrentar o dia a dia com o máximo possível de bem-estar.

No entanto, medir a produtividade é o primeiro passo para melhorá-la. Por isso, apresentamos a seguir um teste de produtividade com o qual você poderá medir seu desempenho e descobrir como levar um ritmo de vida mais saudável.

Instruções para fazer o teste de produtividade

A seguir, apresentamos uma série de perguntas que permitirão refletir sobre alguns dos hábitos diários que afetam direta e indiretamente sua produtividade. Siga as instruções para fazer este teste e interpretar os resultados:

  1. Leia atentamente cada uma das perguntas e respostas e selecione aquela com a qual você se identifica. Não pense muito, a resposta mais espontânea surge de maneira automática.

  2. Depois de responder a estas 10 perguntas, conte o número de vezes que cada uma das letras A, B, C e D se repetem.

  3. Assim que identificar qual letra é a que mais se repete em suas respostas, vá para o final do teste.

  4. Ao final do teste você encontrará os resultados que permitirão medir seu nível atual de produtividade. Além disso, os resultados oferecerão uma orientação sobre seu estado atual, bem como uma série de conselhos para que você possa melhorar seu rendimento e bem-estar pessoal.

Teste de produtividade no trabalho

Resultados do teste de produtividade

Maioria “A”: sua produtividade está no nível mínimo.

Embora você seja capaz de realizar todas as suas tarefas, com certeza seu nível de estresse é alto e o de produtividade no trabalho é baixo. Você tem que começar a se organizar e compreender que o seu desempenho também depende do seu bem-estar. Não é que você não tenha tempo, você não se organiza adequadamente.

Você deve começar a cuidar de si mesmo a nível pessoal: dedique algum tempo a si mesmo e não se esqueça de passar mais tempo com seus entes queridos. Analise como é o seu dia a dia e investigue o que pode estar dando errado, pois, certamente, você pode melhorar muitas coisas. Comece identificando distrações, estabelecendo metas, organizando tarefas e aprendendo a dizer não de vez em quando.

Maioria “B”: você conhece o caminho, mas não o aplica

Mesmo sabendo que sua produtividade no trabalho poderia ser melhor, você está se deixando levar pelo ritmo frenético do seu ambiente de trabalho. Você não quer falhar e, por isso, tenta abraçar tudo, embora saiba que, mais cedo ou mais tarde, isso afetará seu bem-estar e seu desempenho.

Seu objetivo deve ser começar a fazer pequenas mudanças que possam ajudar a aumentar seu rendimento. Procure organizar suas tarefas diariamente, respeitar seus horários de lazer e verificar se o caminho que você está trilhando está de acordo com seus objetivos. Preste atenção às distrações e evite procrastinar.

Maioria “C”: você está no caminho certo, mas ainda pode melhorar.

Você é uma pessoa que conhece muito bem a importância de manter um equilíbrio pessoal e profissional. Você fica longe de distrações, conhece seus objetivos e tende a organizar seu tempo de maneira eficaz. Apesar disso, você não é constante e às vezes o trabalho se acumula. Você até cancela planos de lazer porque “não tem tempo”.

Pare de procrastinar, aprenda a dizer não e siga seu roteiro, já que esse é o caminho para aumentar sua produtividade e alcançar um ritmo de vida mais saudável.

Maioria “D”: sua produtividade está nas alturas!

Mesmo que o caminho tenha sido difícil, agora você sabe como estar em equilíbrio. Você respeita seus horários de trabalho, sabe se organizar e, na maioria dos dias, consegue realizar todas as tarefas que se propõe a fazer. Você tem seus objetivos muito claros e faz todo o necessário para alcançá-los.

Tudo isso é fomentado por uma vida plena, na qual você combina trabalho com hobbies, amigos, exercícios e descanso em partes iguais. Embora haja dias em que sua produtividade no trabalho também esteja baixa, você sabe como voltar aos trilhos. Parabéns! Continue melhorando.

4 conselhos para melhorar a produtividade no trabalho

Ao medir sua produtividade, você pode ver onde há margem para melhorar e, desta forma, fica mais fácil eliminar as distrações, aumentar o número de tarefas curtas concluídas e reduzir o estresse causado por tentar realizar muitas tarefas ao mesmo tempo. Apesar de que o verdadeiro desafio seja colocar em prática os pontos de melhoria detectados, existem algumas dicas que podem ajudar a melhorar a produtividade no trabalho:

  • Assuma as tarefas mais difíceis ou pesadas nos momentos em que você rende mais: tarefas difíceis e complexas geralmente levam tempo, mas se forem iniciadas em momentos de fadiga ou de baixa atenção, podem ser devastadoras para o rendimento.

Atualmente, grandes empresas promovem iniciativas para aumentar a produtividade de seus funcionários, como Google e seu conhecido “Google Style”. Especificamente, esta empresa incentiva os seus trabalhadores a fazerem uma pausa na tela nos momentos em que melhor trabalham para pensar em ideias inovadoras e assim não perder o dinamismo criativo.

  • Estabeleça um horário de descanso: um estudo da Universidade de Sydney concluiu que pausas curtas auxiliam na concentração e, consequentemente, na produtividade no trabalho. Portanto, é fundamental que você programe não só o seu horário de trabalho, mas também seus pequenos intervalos, que devem ser intercalados ao longo do dia. Da mesma forma, devem ser incluídas pausas mais longas para comer, esticar as pernas, olhar para longe e relaxar a mente.

  • Respeite os horários de lazer: sair do trabalho na hora certa é tão importante quanto ser pontual. Existem muitos estudos sobre os efeitos negativos de trabalhar mais horas do que deveria. Por esse motivo, evite atender ligações e responder e-mails de trabalho ou adiantar tarefas fora do seu horário.

  • Verifique se sua lista de objetivos está cumprindo sua função: nem todas as pessoas funcionam da mesma forma e, muitas vezes, você precisará reorientar sua estratégia de produtividade. Isso pode acontecer várias vezes antes de você encontrar a forma que funciona para você. Identifique elementos que podem saturar, como listas de tarefas ineficientes ou excessivamente grandes. A lista está atendendo ao seu objetivo? Se a resposta for não, tente restringi-la ou subdividi-la em pequenas outras tarefas. 

Aborde as mudanças de forma gradual para que seja um processo confortável e que você não precise perder tempo pensando mais na produtividade do que no trabalho em si. O mesmo se aplica às ferramentas de produtividade que você usa: certifique-se de que elas não dão mais trabalho do que ajudam. E, claro, meça novamente o seu desempenho após aplicar as mudanças para ver os resultados e identificar novas possibilidades de melhoria.

Sem dúvida, há muito mais para entender e explorar sobre produtividade no trabalho. Neste sentido, promover a formação contínua dos colaboradores é uma ferramenta essencial para motivar os trabalhadores, aumentar o seu compromisso com a empresa e melhorar a sua competitividade e produtividade.

 

Por isso, para ajudar as pessoas a progredirem, superar os desafios da quarta revolução industrial e crescer de forma inclusiva e sustentável, o Banco Santander está comprometido com três conceitos-chave para promover a empregabilidade: aprendizagem contínua, reciclagem profissional e formação complementar. Para isso, conta com o portal Santander Open Academy, um programa global, único e pioneiro.

Se você busca continuar crescendo, tanto pessoal quanto profissionalmente, consulte o portal de Santander Open Academy, que reúne centenas de oportunidades de formação em instituições internacionais de prestígio. Você poderá acessar treinamentos em tecnologia, idiomas, estudos, pesquisa, soft skills, estágios e liderança feminina, que te ajudarão a melhorar sua empregabilidade e redirecionar sua carreira profissional.

 

Quer se tornar um lifelong learner e continuar aprendendo para aumentar suas oportunidades de trabalho? O portal Santander Open Academy oferece muitas opções para que você possa atingir seus objetivos. Consulte a plataforma e lembre-se, você pode se inscrever em quantos programas quiser. Aproveite a oportunidade!

Más posts interesantes que leer...